No Vale das Sombras

No Vale das Sombras | Beira o comum

No fim das contas, No Vale das Sombras pode até decepcionar, já que traz consigo essa nova grife que Paul Haggis se tornou depois de dirigir Crash (e escrever uma cacetada de ótimos filmes na sequencia), mas que aqui, no fundo no fundo, só consegue ser um suspense policial que beira o comum e só se torna mais atrativo graças ao assunto da volta dos soldados do Iraque, uma ferida aberta que ainda vai resultar em vários filmes de Hollywood.

E é graças ainda ao roteiro de Haggis, que é muito melhor que sua direção (que fica apenas no necessário, sem ousadia) o filme acaba ganhando um jeito de crítica sem jogar nada na cara, como se só expusesse as idéias mas sem tomar um lado, ainda que, no final das contas, habilidosamente, mostra para que lado aponta suas armas.

Haggis ainda não tem vergonha de criar um cinema que se sustenta em apelos simbólicos preguiçõsos, com suas bandeiras de ponta cabeça e seus vales de Elah com seus “Davis e Golias”. Assim como muito menos, consegue deixar Tommy lee Jones fazer o que sabe melhor, mesmo assim acabando por se tornar, de longe a melhor coisa da produção, carregando o filme nas costas sem demonstrar o mínimo esforço, o que acaba sendo pouco para uma trama que a primeira vista prometia muito mais.


In The Valley of Ellah (EUA, 2007) escrito e dirigdo por Paul Haggis a partir de uma história de Paul Haggis e Mark Boal com Tommy Lee Jones, Susan Sarandon, Charlize Theron


Você talvez goste desses conteúdos:

3 Comentários. Deixe novo

  • Vinicius Carlos Vieira
    18/09/2017 9:48

    Com certeza….

  • Gostei muito do filme. Considero o uso dos videos um recurso moderno que daqui pra frente, creio se tornará uma ferramenta importante à disposição das pessoas cada vez mais.

  • Alexandre Figueiredo
    09/12/2014 19:13

    Graças ao Tommy Lee Jones o filme é razoável, sem ele seria pior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu