fbpx
6 filme de terror de 2021 (ou que deveriam chegar no Brasil em 2021) que você deveria conhecer

6 filme de terror de 2021 que você deveria conhecer

Mesmo falando de terror, não deixa ser engraçado como todo ano é a mesma coisa: Acaba o ano e o próximo começa com a gente indicando aquelas produções que ninguém viu, mas que não deveria ter perdido. Ainda mais quando o assunto é terror.

São várias as razões para isso acontecer, mas grande parte do culpado disso é o dinheiro. Filmes de terror são, na maioria, produções baratas, em alguns casos o pouco de dinheiro que eles têm precisam ser usados para coisas mais importantes do que divulgação e distribuição. E quando isso chega no mercado internacional o buraco fica ainda mais embaixo.

Com pouco espaço para um número grande de estreias semanais nos circuitos comerciais, aquele filme de terror desconhecido é sempre o primeiro a ser jogado para fora dos cinemas. Antigamente eles iam direto para as prateleiras das locadoras, agora vão para os streamings, muitas vezes em pacotes junto de mais um monte de filmes e perdidos no meio deles. Alguns outros nem chegam por aqui.

Portanto, confiram seis filmes de terror que chegaram (ou deveriam ter chegado) ao Brasil em 2021 e você talvez não conheça, mas que com certeza deveria!

Iniciação (“Initiation” | EUA, 2020)Iniciação (

Por mais que o filme não tenha sido lançado em nenhum lugar ainda no Brasil, chegou já no resto do VODs pelo mundo e, com certeza, vai chegar sem muito aviso por aqui. Portanto, se você é fã de slasher, fiquem ligados e ligadas.

A ideia é simples, um cara mascarado que sai por aí cortando, pregando e parafusando um monte de jovens (machos) de uma daquelas fraternidades de universidade americana. Na verdade, a história começa justamente em uma dessas fraternidades, mais precisamente em uma festa onde, aparentemente, uma garota de outra fraternidade é estuprada.

A trama acompanha uma veterana que “vê” seu irmão ser assassinado (um daqueles machos) e é pega no meio de todo massacre. Parece simples e é. Melhor ainda, além de ter um “rastro moral” no lugar certo, é ainda um daqueles slashers prontos para agradar os fãs… e é isso tudo mesmo! Junte isso a um assassino realmente violento, uma motivação deliciosamente simples e muito gore.

Censor (“Censor” | UK, 2021)Censor (“Censor” | UK, 2021)

O filme estreou sem absolutamente nenhum alarde no streaming do Telecine, mas é com certeza uma daquelas produções que não podem ser perdidas por fãs de terror. Tanto pelo clima tenso, quanto pelo cuidado narrativo e, logicamente, pela capacidade de dar todo gore que o público merece.

Como o título diz, a trama acompanha uma censora inglesa, ela tem a função de ver os filmes de terror durante o começo dos anos 80 e apontar pelos cortes e proibições. Mas entre esses filmes ela acaba reconhecendo uma cena parecida demais com um segredo de seu passado ligado ao desaparecimento da irmã.

O filme mergulha em uma espiral de loucura e carrega o espectador para um verdadeiro pesadelo, com um visual incrível e um final desesperador.

Saint Maud (“Saint Maud” | UK, 2019)Saint Maud (“Saint Maud” | UK, 2019)

Se é muito difícil entender como Saint Maud ainda não chegou ao Brasil por nenhum serviço de streaming ou VOD, é mais difícil ainda pensar na possibilidade de ficar sem vê-lo.

A Maud do título é uma enfermeira com um passado que a fez largar o serviço em um grande hospital para trabalhar cuidando de uma ex-dançarina que está com uma doença terminal. Respaldada por uma fé inabalável, Maud “descobre” que seu destino é salvar a alma de sua paciente… assim como se tornar ela própria a “Santa” do título.

O filme anda devagar para esse lado, cria uma ambientação inquietante e mergulha em uma ideia que não te diz se o sobrenatural é real ou somente uma realidade das mais perturbadoras.

Para assistir, se perder nessa maluquice toda e entender o que quiser.

Um Lobo Entre Nós (“Werewolves Within” | EUA, 2021)

Um Lobo Entre Nós (“Werewolves Within” | EUA, 2021)

Sem muita gente perceber, Um Lobo Entre Nós saiu dos videogames (era um jogo do VR do Playstation que quase ninguém jogou) e virou um filme. Também pouca gente viu ele estreando e menos gente ainda viu ele chegando ao Brasil diretamente no Prime Video. Mas acreditem, a diversão é enorme e o filme é imperdível.

“Diversão”, pois mesmo se tratando de um filme de lobisomem com quase todos clichês, ele ainda encontra espaço para ser uma comédia eficiente. Mas o clima de terror está lá, mesmo em meio aos personagens excêntricos e um suspense bem construído.

O filme acompanha a chegada de um novo guarda florestal a uma cidade no meio de lugar nenhum. O problema é que, junto de sua chegada, começam a ocorrer algumas mortes misteriosas que apontam para a possível ação de um lobisomem.

Possessor (“Possessor” | Can/UK, 2020)Possessor (“Possessor” | Can/UK, 2020)

É curioso que um filme que fez tanto sucesso dentro da bolha do gênero por onde passou continue inédito no Brasil. Ainda mais quando ele é o segundo longa de Brandon Cronenberg, filho do David e que traz no sobrenome um monte de expectativas.

Parte dessas “expectativas” são sanadas com um filme devidamente esquisito e violento (“a cara do pai!”). De qualquer jeito, a história é essa doidera sobre uma assassina profissional que consegue fazer seus trabalhos a partir de uma troca de consciência, consequentemente, quem comete os assassinatos é outra pessoa, não ela.

Mesmo não sendo um filme de caminhos surpreendentes, Possessor tem personalidade e sabe incomodar. A trama corre para um lugar que não é óbvio e o diretor transforma o filme em uma experiência desconcertante e violenta. Bem violenta… e bem desconcertante. Talvez nem seja só um filme de terror comum, mas toda ideia chega em um lugar tão aterrorizante que é impossível não se deixar levar por essa história.

Espíritos Obscuros (“Antlers” | EUA, 2021)Espíritos Obscuros (“Antlers” | EUA, 2021)

Do mesmo diretor Coração Louco e Tudo Por Justiça, Scott Cooper, Espíritos Obscuros até chegou a ser lançados nos cinemas brasileiros, mas a má decisão das distribuidoras o colocou ainda em meio a altos números pandêmicos do país. Mas o filme já tinha feito um baita sucesso por onde passou, então acharam melhor sacrificá-lo mesmo… ninguém viu, mas agora ele chega em VOD e precisa ser visto, principalmente por quem gosta de um filme de terror simples e objetivo.

O filme acompanha uma professora que começa a desconfiar que algo de sinistro está acontecendo com a família de um de seus alunos. O resultado disso é um terror com cara e jeito de terror mesmo, com monstros, sustos, ataques, “final girl”, sobrenatural e até uma crítica sutil e ecológica. Os efeitos são ótimos, o clima é tenso e a direção de Cooper é sempre poderosa.

Apoie o trabalho do CinemAqui para continuarmos produzindo notícias, textos e críticas de filme

Você talvez goste desses conteúdos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu