Seguindo Todos os Protocolos | Pandemia desnuda

Absolutamente toda nudez nunca será castigada. O pernambucano Seguindo Todos os Protocolos é um filme que quer estar peladão. Tanto no sentido literal, quanto figurado. O resultado, mesmo aquém de qualquer expectativa, não deve ser castigado.

Principalmente, pois o filme dirigido, escrito e estrelado por Fábio Leal não quer só se desvencilhar das roupas para mostrar sua pele, mas sim quer entender aquilo através de uma verdade que suga a atenção do espectador. Não vai muito longe nesses questionamentos, mas pelo menos se deixa levar por algumas ideias interessantes.

Leal vive um cara no meio da pandemia de Covid-19, mas com dois problemas terríveis. Um deles é um alto índice de preocupação com qualquer tipo de contágio. Tudo bem, isso em alguns momentos escorre para uma paranoia e faz ele se tornar aquele tipo de cara que ficou julgando os amigos sem máscara no Instagram. Mas isso não faz dele uma pessoa ruim, só exagerada. O segundo problema é que ele quer transar.

O filme é pequeno, econômico e objetivo. Não perde tempo como nada que não seja a paranoia do personagem e suas tentativas de conseguir convencer alguns ex-namorados a tentarem fazer “sexo seguro” com ele. E isso inclui máscara, obviamente, mas também cortinas de plástico e um monte de questionamentos. As situações arrancam alguns risos pelo tom verdadeiro e sincero. É fácil entender as preocupações do personagem, mesmo exageradas.

Outro lado importante de Seguindo Todos os Protocolos é a nudez. Não só pelo erotismo, mas muito mais pela oportunidade de colocar na tela, não só corpos que saem do estereótipo, como também pela possibilidade de expô-los até o limite do mundano, fazendo deles uma tela em branco para diálogos que tentam alcançar lugares que não conseguem se esconder. Um filme pelado para expor as verdades de suas ideias sem subterfúgios.

E talvez o melhor do filme esteja nesse lugar onde as conversas que parecem que não vão chegar em lugar nenhum se tornam pérolas de humanidade. Seguindo Todos os Protocolos tenta entender o que são essas pessoas que precisam lidar, cada uma a seu modo, com uma força muito maior que elas. É a pandemia, mas poderia ser qualquer outra desgraça.


“Segundo Todos os Protocolos” (Bra, 2022); escrito e dirigido por Fábio Leal; com Fábio Leal, Paulo Cesar Freier, Marcus Curvelo, Lucas Drummond, Vitória Liz e Bruce Araújo.


Trailer do Filme – Seguindo Todos os Protocolos

Você talvez goste desses conteúdos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu